• Qual a diferença entre depressão e tristeza?

    É comum passar por alguns momentos difíceis, como a perda de um emprego ou o falecimento de alguém próximo. Porém, a sensação causada por esses fatos pode durar mais que alguns dias e evoluir para uma patologia. Por isso é fundamental entender qual a diferença entre depressão e tristeza.

    Veja mais sobre essas duas condições e entenda o que está acontecendo com você de verdade.

    Qual a diferença entre depressão e tristeza?

    Existem muitas diferenças entre depressão e tristeza. Entre elas estão o tempo, a intensidade e também os motivos. Entenda melhor sobre o assunto e compare as duas situações.

    Tempo

    A tristeza tem a duração de algumas horas ou, no máximo, alguns dias. Já a depressão, quando não é tratada, pode ser prolongada por meses ou até mesmo anos. Se a sensação de desânimo ultrapassar 2 semanas, é o indicativo do começo  de uma depressão.

    Intensidade

    Ainda que esteja triste, uma pessoa consegue realizar suas tarefas do dia a dia. Assim, sua produtividade não é afetada. Porém, quando é um caso de depressão, todos os aspetos da vida de alguém são afetados. Com isso, a pessoa não se anima para trabalhar, estudar ou atividades básicas, como comer e tomar banho.

     

    Motivos

     

    A tristeza, em geral, tem um motivo específico. Pode ser uma briga ou uma nota ruim na prova. Já a depressão tem causas mais complexas, por exemplo: histórico familiar, deficiência na produção de certas substâncias no cérebro, pessimismo, baixa autoestima, traumas ou situação social (como pobreza, exposição à violência e solidão).

    Quais são os sintomas da depressão?

    Como você viu, a tristeza é situacional, já a depressão apresenta uma duração longa. Conheça os principais sintomas que uma pessoa depressiva apresenta e que a diferencia de alguém que está apenas triste.

    • Ganhar ou perder muito peso sem mudanças na dieta ou atividades físicas;
    • Apresentar transtornos do sono (como dormir muito ou dormir pouco);
    • Falta de interesse ou o prazer em atividades que gostava antes;
    • Apresentar explosões de raiva, mesmo por razões pequenas;
    • Estar sempre desgastado, com falta de energia ou desanimado;
    • Sentir que é inútil ou não consegue conquistar nada;
    • Ter dificuldades para tomar decisões ou para se concentrar;
    • Apresentar sentimento de culpa excessiva.

    Como tratar a tristeza e a depressão?

    A tristeza faz parte do conjunto de emoções humanas. Por isso, ela é importante para comunicar algo sobre a própria pessoa. Estar triste por uma briga significa que o outro é importante ou estar sem ânimo por ter que fazer uma atividade, significa que aquela situação não é o que se deseja verdadeiramente.

    Por isso, para tratar a tristeza, o primeiro passo é sentir essa emoção. Ou seja, chorar, conversar, escrever um diário, gritar ou se expressar de outras formas. Então, é preciso entender o recado daquele sentimento e mudar o que está causando infelicidade.

    Já para a depressão, é importante dizer que ela é uma doença física e emocional. Por isso deve ser tratada com: antidepressivos, sessões com o psicólogo e terapias complementares, como yoga, meditação ou o uso de suplementos naturais para estabilizar o humor.

    Logo, sabendo qual a diferença entre depressão e tristeza, você pode procurar o melhor tratamento para o que está passando. Não deixe que essas condições sejam parte da sua vida. Depois das dificuldades, a felicidade logo aparece e a depressão pode ser controlada.

    Quer conhecer mais sobre os suplementos naturais contra a depressão? Então visite o site triptopax.com e confira!